No Chile, ao lado do povo mapuche

Os Mapuche, um povo indígena no Chile, são perseguidos e ignorados há anos: o Estado não reconhece sua existência nem protege sua identidade. Privados de sua terra de origem, eles são forçados a lutar para recuperá-la e são, portanto, vítimas de forte repressão. A Comunidade, com voluntários, apoia-os neste caminho de reivindicação de forma pacífica e não-violenta. Apoie-os também.

No Chile, ao lado do povo mapuche

Os Mapuche, um povo indígena no Chile, são perseguidos e ignorados há anos: o Estado não reconhece sua existência nem protege sua identidade. Privados de sua terra de origem, eles são forçados a lutar para recuperá-la e são, portanto, vítimas de forte repressão. A Comunidade, com voluntários, apoia-os neste caminho de reivindicação de forma pacífica e não-violenta. Apoie-os também.

A presença da Comunidade Papa João XXIII no Chile remonta a 1994. Depois de uma longa presença no país, tendo vivido lado a lado com sua população mais pobre e marginalizada, decidimos nos comprometer também com o povo mapuche. Eles são a maior comunidade indígena do país e sempre lutaram pelo reconhecimento e pela defesa de sua identidade e cultura, esmagados pelo Estado, que não reconhece a existência de povos originários e não protege sua sobrevivência, e por grandes empresas que usurpam suas terras, sua única fonte de sustento.

Os voluntários acompanhados pela "Operação Pomba" (o corpo de paz não violento da Comunidade) decidiram ficar ao lado deles, compartilhando sua demanda por respeito e testemunhando o abuso que são forçados a suportar.
Os mapuches vivem em contato próximo com a natureza e se sustentam por meio da agricultura e da criação de gado. Mas suas vidas são constantemente ameaçadas: eles foram privados de sua terra natal, onde vivem há gerações, são privados de água e de outros recursos naturais essenciais para sua sobrevivência, bem como para o modo de vida de sua cultura. Os mapuches são marginalizados, discriminados, tratados como "preguiçosos" e como os mais pobres entre os pobres. Eles não recebem proteção nem direitos do Estado , que, à medida que o movimento cresce, os trata até mesmo como terroristas.
A denúncia dessa injustiça social fez com que jovens italianos partissem para viver sua luta pacífica junto com esse povo ancestral, compartilhando com eles sua vida cotidiana, suas dificuldades e também suas esperanças. Sua presença serve como proteção e apoio não violento em momentos de protestos públicos, quando muitas vezes são vítimas de forte e violenta repressão por parte das forças armadas.

Os mapuches são portadores de uma cultura que respeita a natureza e a terra e nos ensinam uma nova forma de desenvolvimento, mais sóbria e que vive em sinergia com o meio ambiente e a natureza.
A única arma que carregam é a palavra e, por isso, tentam fazer valer os direitos desses povos esmagados, conscientizando e promovendo a luta, de forma pacífica. Apoie os voluntários para que apoiem o povo mapuche e restaurem sua dignidade e justiça.
---
Você também pode fazer sua doação por transferência bancária ou boletim postal.
IBAN: IT04 X030 6909 6061 0000 0008 036
CONTA POSTAL: 12148417
Ambos pagáveis a: Associação Comunitária Papa João XXIII
Razão para especificar: 22R017 Mapuche support

7.058 €

71%
10.000 €
79 Doações
5 Captação de recursos

APOIAR O PROJETO:

criar sua própria campanha de arrecadação de fundos ou fazer uma doação para uma já ativa

APOIAR O PROJETO:

crie sua própria campanha de arrecadação de fundos
ou faça uma doação para uma já ativa

Compartilhe
A presença da Comunidade Papa João XXIII no Chile remonta a 1994. Depois de uma longa presença no país, tendo vivido lado a lado com sua população mais pobre e marginalizada, decidimos nos comprometer também com o povo mapuche. Eles são a maior comunidade indígena do país e sempre lutaram pelo reconhecimento e pela defesa de sua identidade e cultura, esmagados pelo Estado, que não reconhece a existência de povos originários e não protege sua sobrevivência, e por grandes empresas que usurpam suas terras, sua única fonte de sustento.

Os voluntários acompanhados pela "Operação Pomba" (o corpo de paz não violento da Comunidade) decidiram ficar ao lado deles, compartilhando sua demanda por respeito e testemunhando o abuso que são forçados a suportar.
Os mapuches vivem em contato próximo com a natureza e se sustentam por meio da agricultura e da criação de gado. Mas suas vidas são constantemente ameaçadas: eles foram privados de sua terra natal, onde vivem há gerações, são privados de água e de outros recursos naturais essenciais para sua sobrevivência, bem como para o modo de vida de sua cultura. Os mapuches são marginalizados, discriminados, tratados como "preguiçosos" e como os mais pobres entre os pobres. Eles não recebem proteção nem direitos do Estado , que, à medida que o movimento cresce, os trata até mesmo como terroristas.
A denúncia dessa injustiça social fez com que jovens italianos partissem para viver sua luta pacífica junto com esse povo ancestral, compartilhando com eles sua vida cotidiana, suas dificuldades e também suas esperanças. Sua presença serve como proteção e apoio não violento em momentos de protestos públicos, quando muitas vezes são vítimas de forte e violenta repressão por parte das forças armadas.

Os mapuches são portadores de uma cultura que respeita a natureza e a terra e nos ensinam uma nova forma de desenvolvimento, mais sóbria e que vive em sinergia com o meio ambiente e a natureza.
A única arma que carregam é a palavra e, por isso, tentam fazer valer os direitos desses povos esmagados, conscientizando e promovendo a luta, de forma pacífica. Apoie os voluntários para que apoiem o povo mapuche e restaurem sua dignidade e justiça.
---
Você também pode fazer sua doação por transferência bancária ou boletim postal.
IBAN: IT04 X030 6909 6061 0000 0008 036
CONTA POSTAL: 12148417
Ambos pagáveis a: Associação Comunitária Papa João XXIII
Razão para especificar: 22R017 Mapuche support
Compartilhe

Arrecadação de fundos em apoio ao projeto

Notícias das campanhas de arrecadação de fundos

APG23

Dai Ci Stai? É a plataforma criada para criar campanhas de arrecadação de fundos online em apoio à Comunidade Papa Giovanni XXIII, que por mais de 50 anos ao lado de quem precisa.

Você precisa de alguma ajuda?

Como funciona?
Escreva para sostenitori@apg23.org ou ligue para 0543.404693de segunda a sexta-feira (horário de expediente).

Siga-nos em